Equipe da Escola de Comunicação Comunitária faz imersão para planejar e avaliar atividades; Hospedaria Cultural Maré Alta foi nossa casa do fim de semana de trabalho.

No fim de semana dos dias 14 e 15 de junho, a equipe da Escola de Comunicação Comunitária foi até a histórica Paraty, no Rio de Janeiro, fazer uma imersão para discutir, alinhar e produzir conhecimento sobre o caminho feito até aqui com a turma 2014 da EComCom, que está trabalhando com 30 jovens, representando 24 escolas públicas e particulares do Campo Limpo. Parceira do Escola de Notícias, a Hospedaria Cultural Casa Maré Alta, localizada no Centro Histórico de Paraty, nos acolheu durante esse fim de semana em que não teve praia, mas teve muito trabalho. E formação.

Desde a primeira temporada da EComCom, em 2013, se tem uma coisa que fazemos questão de cuidar durante toda a Jornada de Aprendizagem é o contínuo processo de avaliação e planejamento coletivo das atividades criadas para os jovens participantes das oficinas educativas. Como a proposta da Escola de Comunicação Comunitária não apenas técnica, já que o foco é desenvolver e fortalecer o “Contador de Histórias”, em paralelo à sua capacidade de contar essas histórias, o grupo de educadores e demais participantes da equipe sente a necessidade de sempre estar trocando experiências, informações e ideias sobre a melhor forma de trabalhar com o grupo.

Participaram da imersão Camila Vaz e Ana Luíza Vastag, facilitadoras da Oficina de Cinema e TV, Petterson André, responsável pela Fotografia e Criação Gráfica, Unilson Mangini Junior, educador em Jornalismo Impresso, além de Tony Marlon, que cuida da Oficina Transversal, com toda a turma. Karol Coelho, que faz a mobilização comunitária e Kamila Modesto, pedagoga que cuida de toda a parte metodológica da EComCom também estiveram no processo. Além de questões práticas, o grupo também se dedicou à autoformação ao, por exemplo, ter um momento para assistir e fazer uma reflexão sobre o filme “Eu Maior”.