Facilitado por Carol Delgado, os “Encontros Antropológicos” juntam por um mês pessoas envolvidas com o Escola de Notícias para mergulhar em outras formas de aprender e ver a ciência humana.

Que nós somos levemente apaixonados por estudar, isso já deve ter sido notado pelo que contamos aqui. Qualquer coisa é desculpa para nos reunirmos e passarmos horas e horas conversando, debatendo, lendo textos e mais textos. Se tiver que viajar para isso, melhor ainda. Acreditamos que não existe mais poderoso em uma organização do que investir na formação de sua equipe. E no sábado, iniciamos mais um movimento desses. Agora, ao invés de apenas do time da Escola de Comunicação Comunitária, reunimos pessoas conectadas ao Escola de Notícias de várias formas.

O convite partiu de Carol Delgado, apaixonada pelo tema e a prática da antropologia. Ela nos ofereceu uma vivência chamada “Encontros Antropológicos”. E nós, claro, não recusamos. A ideia, simples, é poderosa: reunir um grupo de curiosos para conversar e vivenciar a ciência olhando para o nosso cotidiano. Antropologia no cotidiano? Sim. E no primeiro encontro da série de cinco que irá acontecer com essa galera, mostra que isso não é uma loucura.

Reunidos no Espaço CITA no sábado, 28, educadores da EComCom 2014, equipe da Escola de Notícias e voluntários, passaram pouco mais de duas horas resgatando de um modo lúdico, leve e prazeroso, a história da antropologia, suas motivações para organização como ciência, seus principais pensadores, entre outros temas que, num primeiro momento podem parecer complexos. Mas com a Carol não foram, e nem serão.

Além da história da Antropologia, o grupo tem pelo caminho temas como identidades, culturas, bens, etnografias, entre tantos outros. Os encontros acontecerão semanalmente, ora no Espaço CITA, ora em algum lugar na região central para facilitar o acesso de todos. Além de Karol Coelho, Tony Marlon e Bianca Braga, da equipe do #EDN, participam da vivência Camila Vaz, Ana Luiza Vastag, Petterson André, Unilson Mangini e Kamila Modesto, da Escola de Comunicação Comunitária; Ana Carolina Rodrigues e Roberta Navas, voluntárias do Viver Campo Limpo; Elza Albuquerque que nos ajuda com a Comunicação Institucional e Daniella Dolme, que vai nos ajudar a construir um lindo programa de voluntariado.

Nós, Escola de Notícias, queremos agradecer imensamente a Carol Delgado pelo presente que é essa formação, além do comprometimento e entrega de todos que estão participando desse processo inspirador. E ao Anderson França “Dinho”, da Universidade da Correria, desde sempre fazendo pontes indestrutíveis, como diria o poeta.

Para saber mais sobre a Carol Delgado, clique aqui.