Adolescentes da Associação Santa Amélia produzem documentário sobre programa cultural que participam; iniciativa é da Ação Comunitária em parceria técnica com o Escola de Notícias.

Desde o fim de junho, duas vezes por semana, eles se encontraram para conversas sobre essa brincadeira de fazer filmes. Juntando tudo, entre aulas teóricas e práticas, a quantidade de horas de formação chegou a 90 em pouco mais de cinco meses.

Nesse tempo, falaram sobre tudo dentro do universo audiovisual: história do cinema, gêneros cinematográficos, planos e enquadramentos, som, luz, roteiro, enfim, tudo que se pode imaginar até que eles próprios decidissem, a partir de tudo que viveram, o que gostariam produzir: um documentário.

À convite da Ação Comunitária, sediada na região do Campo Limpo, o Escola de Notícias foi o parceiro técnico desse projeto desenvolvido na Associação Santa Amélia, na Pedreira, extremo sul da cidade de São Paulo. O nome, “Som, Ritmo e Ação” foi uma alusão ao “Som, Ritmo e Movimento”, programa retratado pelos adolescentes de 9 a 12 anos no documentário com pouco mais de 13 minutos. Pensado, roteirizado e produzido pela turma, o filme é dirigido pela Quésia, de 12 anos. O filme teve a sua estreia durante a Mostra Cultural da Ação Comunitária, realizada no CEU Campo Limpo, no dia 7 de dezembro.

Para assistir ao filme, clique no link abaixo.