Batizado de Programa de Monitoria Educativa, jornada que mistura vivência profissional, ativação econômica e aprofundamento técnico traz jovens para atuar no Escola de Notícias

Sete páginas apenas para explicar o que faz e o que queremos quando convidamos jovens egressos da Escola de Comunicação Comunitária da temporada 2013 para atuarem como Monitores Educativos. Até dezembro do ano passado, Leonardo Pereira e Bianca Braga, ambos com 17 anos, eram alunos da Oficina de Jornalismo e Rádio. Mas até dezembro desse ano, os dois são, orgulhosamente, companheiros de trabalho. E de piadas ruins entre uma reunião e outra.

Batizado de Programa de Monitoria Educativa, nosso mais novo projeto foi construído a muitos mãos e corações, envolvendo equipe institucional da Escola de Notícias e o grupo de educadores da Escola de Comunicação Comunitária. A motivação é como conseguimos oferecer a ex-alunos da EComCom a oportunidade de vivenciar o #EDN de dentro para fora gerando renda para essa galera, ampliando suas experimentações na comunicação e ampliação de suas redes de contato, seu repertório cultural, além de oferecer um ambiente seguro e acolhedor para o pontapé de suas vidas profissionais. Com Bianca e Léo está sendo assim. E em 2015, mais dois novos jovens entram na brincadeira saindo diretamente da EComCom 2014.

Os Monitores Educativos atuam dando suporte ao Escola de Notícias em suas atividades e recebem uma bolsa-auxílio mensal para isso. Paralelo às suas ações no cotidiano, a dupla participa de uma séria formativa que dura todo o ano focada em potencializar o desenvolvimento pessoal e profissional deles. A fotografia, o vídeo, comunicação visual, além de ferramentas de internet, entre outros temas, estão no cardápio do programa. A brincadeira, aqui, é ampliar os conhecimentos técnicos dos jovens monitores nas áreas de atuação do #EDN.  Assim, acreditamos, eles podem se decidir mais facilmente sobre o caminho que podem escolher no futuro.

Além disso, os Monitores Educativos recebem também um trabalho especial em planejamento financeiro e pessoal com uma consultora, e podem escolher “Guardiões Pessoais” ao longo da jornada para lhes entregar conhecimentos, técnicas e habilidades específicas que impulsionem sua formação pessoal. Esse guardião é escolhido pelo Monitor Educativo a qualquer momento, a partir de um menu que é disponibilizado para eles.  A duração e a frequência dos encontros , bem como o tema e a forma de abordagem, são sempre construídas a partir do que é interessante para o jovem monitor.

Nós, Escola de Notícias, agradecemos toda a entrega e confiança de Petterson André, Camila Vaz, Unilson Mangini Junior e Kamila Modesto na co-construção dessa proposta. 😉