Veja um resumo de como foi a 3ª Sessão Comunitária é realizada pelxs jovens da ECOMCOM2016.

Por Amanda Letícia, Davi Damasceno, Eric Silva, Geovanna Buccini e Talita Ventura.

Aconteceu sábado, 29 de Outubro, no CITA – (Cantinho de Integração de Todas as Artes) a terceira sessão comunitária produzida pelxs participantes da turma de 2016 da ECOMCOM. Cerca de 80 convidadxs foram recebidxs calorosamente, entre elxs estavam pais, familiares, amigxs e professores dxs jovens.

14962321_1227363790661499_1736970506_n

Momento de chegada dxs participantes da Sessão.   Foto Geovanna Buccini

De longe o encontro foi bem animado, houve uma apresentação musical no inicio que rendeu muitas risadas. A roda de conversa foi contemplada pela presença de dois convidados com muito a oferecer: Glória Maria e Homero Freitas.

Apesar dos muitos assuntos a serem debatidos, a conversa começou pacata, mas não demorou muito para que todo pensamento sobre as ocupações escolares, vivenciadas pela Glória, e a forte questão racial e LGBT, vivenciadas pelo Homero, começassem a saltar os olhos.

14915073_1227363023994909_1059521844_n

Momento Roda de Conversa com Gloria Maria e Homero Freitas.   Foto: Geovanna Buccini

Xs demais participantes da roda logo começaram a perguntar sobre o catolicismo X homossexualidade de Homero, sobre a mídia X ocupações de Glória e tudo isso gerou uma hora intensa de papo e muita informação.

Alguns participantes se arriscaram a não só perguntar, mas também a trazer visões próprias dos assuntos que estavam sendo debatidos. Professorxs, alunxs e pais unidos em algo que poderia se assemelhar tanto a uma reunião de final de bimestre, participaram fervorosamente daquilo que é tão temido na atualidade e tão pouco esperado por aqueles que apenas cobram boas notas em matemática e português: o pensar.

Helena Cristina, de 19 anos, contou um pouco como foi toda essa informação para ela: “A gente segue um sistema de educação muito falho e que não nos dão espaço. Eu mesma não vi temas que eram de extrema importância para minha identidade e por isso procuro muitos movimentos negros.

A escola livre é primordial para construção do aluno e para a criação de outros olhares”. Xs participantes também prepararam algumas oficinas onde elxs viraram os educadores, teve origami, libras e técnicas teatrais. No momento mais esperado da noite, apresentação dos produtos, rolou muita emoção.

davi-atividades

Oficina de libras.   Foto: Davi Damasceno.

14936921_1227364573994754_51397309_n

Oficina de Origami.   Foto: Geovanna Buccini.

Todxs estavam extremamente orgulhosos do resultado final do trabalho feito, muitos sorrisos e lágrimas de emoção estavam estampadas nos rostos dxs jovens e facilitadores que acompanharam todo o processo da criação do produto.

Pra finalizar a festa, não podia faltar boa comida e boa música. Ao som do Projeto 2005 todxs da equipe puderam se reunir, conversar e agradecer a presença de seus convidadxs nessa sessão linda.

Projeto 2005 Foto: Amanda Letícia

Projeto 2005   Foto: Amanda Letícia