Reporter e escritor Vagner de Alencar participa da Oficina de Jornalismo & Rádio da Escola de Comunicação Comunitária

O Escola de Notícias recebeu no sábado, 20, uma convidado mais que especial no Espaço Cultural CITA, da Trupe Artemanha, na Praça do Campo Limpo, para a Oficina de Jornalismo & Rádio, da facilitadora Karol Coelho. Com a missão de compartilhar sua história de vida e caminhos profissionais, Vagner de Alencar, repórter do Portal PorVir e do Blog Mural da Folha de S. Paulo, conversou durante pouco mais de uma hora e meia sobre tudo. Para ilustrar o que falou, um datashow trouxe uma série de imagens e perguntas provocadoras sobre educação, juventude, oportunidades, sonhos. Mas foi nas historias do dia a dia, de sua vida, das coisas que vê e retrata nas crônicas que escreve, que Vagner mais falou de si. E da profissão jornalística.

Para ele, as histórias contadas nos meios de comunicação não são apenas para serem lidas, ouvidas, vistas. São, essecialmente, para nos provocar para algo maior, posterior. “Uma boa história é capaz de instigar, de mobilizar as pessoas pela mudança. Depois que uma história é contada na mídia, ela tem o poder tanto construir quanto de desmantelar estereótipos”, acredita o jornalista. Vagner, que já está acostumado a ter pessoas interessadas em suas palavras todos os dias nos portais que escreve, agora viu a reação ao vivo e em cores de cada uma de suas palavras, pausas, expressões. Conta ele, a experiência foi diferente. Principalmente por ele ser da mesma realidade que os participantes da Escola de Comunicação Comunitária.

“Quando alguém de carne e osso, sobretudo da mesma realidade, tem o poder de olhar no olho de outra pessoa e mostrar que ela é capaz, realmente é como se um mundo de possibilidades se abrissem naquele momento. Senti esperança nos olhos de cada um deles”, analisa Vagner, que acredita que encontros como esse, e iniciativas como a Escola de Comunicação são pontos importantes de inspiração pra essa galera que tem curiosidade por viver a Comunicação em suas vidas.

“É fundamental os jovens terem um estalo durante esse período que é tão crucial na vida deles. A juventude é uma fase de descobertas. Se eu sei que o Leonardo tem aptidões para desenho e o Yuri para a comunicação… Que excelente e que magnífico quando iniciativas como o Escola de Notícias ajudam a potencializar esses talentos e desenvolver o que mais falta na escola tradicional: trabalhar o projeto de vida dos estudantes. A técnica em si não basta quando não se conhece o jovem, o aluno”, finaliza.

Você pode acompanhar um pouco do trabalho de Vagner de Alencar no Portal PorVir
http://porvir.org/

Quer ver todas as imagens desde o primeiro dia da Escola de Comunicação Comunitária?
Clique aqui e abra o álbum completo.