Oficina de Vídeo e Fotografia produz filmes que resgatam histórias do cotidiano dos bairros do Campo Limpo; vídeos são produtos do Módulo II da Escola de Comunicação Comunitária.

Foram seis semanas seguidas em que a salas de aula foram as ruas e os bairros que compõem o distrito do Campo Limpo. Nelas, tudo que merecia ser aprendido tinha nome, rosto e no recebeu em suas casas para uma tarde de boas conversas, bons cafés e atividades em que a nossa criatividade era desafiada. E assim foi.

No Módulo II da Escola de Comunicação Comunitária do Escola de Notícias, iniciativa apoiada pelo Programa VAI, e em parceria com o Espaço Cultural CITA, da Trupe Artemanha, os participantes foram recebidos, semanalmente, às quartas, em uma das iniciativas do bairro para entender como ela funcionava, sua história, as oportunidades que eles geravam. Em uma aula aberta, debaixo das árvores, no café tarde, entre os livros, nossos anfitriões nos contaram como são as coisas, quando quem as faz, conta.

Paralelo a essas aulas que rolavam às quartas-feiras, os sábados foram dedicados a aprofundar o conhecimento técnico dos jovens em produção de vídeo e rádio. Desses encontros técnicos, como chamamos, foram nascendo ideias, roteiros, voltados a valorizar as boas histórias dos bairros que compõem o Campo Limpo.

Abaixo, apresentamos essas produções, feitas com máquina fotográfica e editadas no Movie Maker, programa que pode ser encontrado em qualquer computador que use o sistema Windows.

Ou seja: produza. Não fique esperando ter um Adobe Premiere nas mãos.