“Onde estariam os detentores dos saberes e técnicas tradicionais do nosso bairro?Os contadores de histórias, os Mestres Griôs? Quais são as origens e a identidade dos moradores? De onde vieram? Como a apropriação desta memória pode empoderar estes moradores para uma transformação da comunidade?”

Essas são algumas das perguntas que inspiraram jovens da Vila Terezinha, região da Brasilândia, zona noroeste de São Paulo, a criar o Projeto Guardiões Griô, iniciativa que recebe em 2012 apoio do Programa de Valorização das Iniciativas Culturais – VAI, e convida jovens e adultos a uma fantástica jornada entre oficinas de produção de produção cultural, jornalismo comunitário, Brincadeiras Brasileiras, produção de livros, enpreendedorismo social, entre outros. O sonho? Descobrir histórias espetaculares sobre quem fez e faz acontecer a região da Brasilândia.

Cartaz convite para os moradores
As oficinas começam no próximo dia 25 de agosto e o Escola de Notícias é o responsável pela sistematização e memória do projeto (documentário sobre o processo, fotos e até um livro), que tem duração até 8 de dezembro desse ano.

Veja o vídeo convite que criamos para o Guardiões Griô, visite eu site clicando aqui e não perca nada sobre as boas histórias que serão resgatadas a partir de agora.