Escola de Notícias atualiza sua marca e cria presença no Instagram

Após completar um ano de vida jurídica, em abril deste ano, a Escola de Notícias entrou em um processo reflexivo institucional sobre qual o seu papel no mundo. Desde então, houve reestruturação de projetos e programas e novas diretrizes de atuação junto à comunidade. Todas estas mudanças influenciaram diretamente em toda sua estrutura, inclusive em seu modelo de negócios. Nada poderia marcar mais este atual momento da iniciativa que está, desde 2013, com suas atividades no Campo Limpo, zona sul de São Paulo, do que a renovação de sua marca.

Tony Marlon, presidente da Escola de Notícias, acha que o novo logo está perfeitamente alinhado com o que a Escola de Notícias se propõe a fazer no mundo. “Quando a gente olhar para o modelo de negócios de 2013 até agora, ele mudou bastante. Então, nós sentamos uma vez e pensamos: se ele mudou bastante como organização, faz sentido que a gente mude também graficamente e visualmente”, explica.

Petterson André, da equipe de Comunicação Institucional da Escola de Notícias, foi o responsável por pensar qual seria esta nova cara. No logo anterior, havia uma corneta – que todos diziam ser um megafone – e transmitia ao Petterson a ideia de uma pessoa apenas se comunicando através dela.

“Existe um processo diferente agora”, afirma. “A Escola de Notícias se conecta primeiro com a turma da Escola de Comunicação, depois se conecta com outras pessoas e organizações e oportunidades; todos se tornam parte deste megafone, dessa voz”.

Petterson foi educador de Fotografia na Escola de Comunicação em 2014, o que subsidiou a busca por transmitir outra ideia na nova marca. No novo logo, as palavras “escola de” estão representadas em fontes cursivas – a famosa letra de mão, e a palavra “notícias” está em fonte mais moderna. “Na Escola de Notícias o exercício sempre é de olhar primeiro para dentro e para nossas habilidades para depois entendermos quais ferramentas podemos utilizar para comunicar”, explica.

page1

Tudo isto teve que ser explicado tim-tim por tim-tim para o Conselho Consultivo da Escola de Notícias, formado por jovens ex-participantes da Escola de Comunicação. Fernanda Moraes, uma das conselheiras, disse ter se sentido importante por participar deste processo. “Mostra que o Conselho não está só no papel”, afirma. “Muitos Conselhos, de outras organizações, só são avisados depois que processos como estes já terminaram. Deu para ver que o Conselho participa efetivamente de decisões que influenciam os rumos da Escola de Notícias”.

Caique Andrade, também conselheiro, sente que cada mais se atribui tarefas ao Conselho. “Eu me sinto honrado em saber que minha opinião foi ouvida e que eu pude contribuir de alguma forma para esta decisão”, afirma.

Ao mesmo tempo em que se lança o novo logo, a Escola de Notícias passa a marcar presença na rede social Instagram. O novo perfil faz parte do exercício de encontrar novas formas de se contar para o mundo. “Agora a Escola de Notícias está caminhando para uma estrutura e um modelo de negócios mais claro e sólido, a partir do momento em que nos entendemos melhor como organização, descobrimos qual a melhor forma de contar o que a gente é e como a gente existe, além de quais ferramentas podemos usar para isso”, explica Karol Coelho, da equipe de Comunicação Institucional.

Obrigado e obrigada a todos os envolvidos neste processo! <3 E vem mais coisas por ai. Acompanhe nossa história no Facebook e agora no Instagram. E se quiser entrar em contato com a gente sobre a nossa comunicação, envie um e-mail para comunicação@escoladenoticias.org.

Quer ajudar a gente a divulgar o novo logo da Escola de Notícias? Baixe a imagem da nossa divulgação para colocar em sua foto do perfil do Facebook. 🙂