Com título poético e inspirador, monografia reconta vida cultural do Campo Limpo nos últimos anos; Escola de Notícias é uma das histórias. A defesa do TCC acontece nessa quinta-feira, 22.

Ana Carolina Rodrigues e Raquel Consorte estão na reta final da faculdade de jornalismo. Moradoras da zona sul de São Paulo, elas cursam Comunicação Social nas Faculdades Integradas Alcântara Machado – FIAM, e decidiram transformar a habilidade em contar histórias que desenvolveram ao longo do curso, em uma ferramenta para resgatar e impulsionar a memória do Campo Limpo.

Juntas, Ana e Raquel estão percorrendo a região fazendo entrevistas com dezenas de produtores culturais que atuam nas mais variadas linguagens, buscando investigar como nasceram, se estruturaram e se desenvolveram tantas iniciativas pelo bairro, especialmente nos últimos dez anos.  Apenas na Agência Popular de Cultura Solano Trindade são cerca de 300 cadastrados.

Batizado de “Cultura se escreve com C: Campo Limpo”, a monografia trará as histórias da União Popular de Mulheres, do Banco União Sampaio, do grupo de rap UClan, e também do Escola de Notícias. Além de agradecer pelo cuidado e carinho com nossa história, queremos desejar toda sorte do mundo para Ana e Raquel no dia 22 de maio, quando acontece a apresentação do trabalho para a banca avaliadora na FIAM.