Abrindo o Módulo II da Jornada de Aprendizagem, Escola de Comunicação Comunitária recebe a iniciativa “Youthful Cities” no Espaço Cultural CITA.

Segundo a U.S Census Bureau, de 2012, mais da metade da população mundial, 52% para ser mais preciso, é composta por pessoas com menos de 30 anos de idade. O mesmo percentual de jovens, segundo a pesquisa, mora em áreas urbanas, cidades. Com base nesses dados, surgiu a Youthful Cities, uma iniciativa global que irá classificar e comparar 100 cidades ao redor do mundo a partir da perspectiva da juventude e envolvê-la no processo de construção de cidades melhores para viver, trabalhar e se divertir. E São Paulo não ficou de fora dessa.

O projeto desembarcou na capital paulista em março deste ano e reuniu um grupo de 30 jovens que fazem as mais variadas coisas e vive nos mais variados espaços da cidade, para dialogar ao longo do ano sobre várias questões que a tornam, ou não, uma cidade jovem. Mas além desse grupo, os participantes da Escola de Comunicação Comunitária do Escola de Notícias também estão tendo a oportunidade de vivenciar esse importante processo.

Clique aqui para acessar a fanpage do Youthful Cities.

Na quarta-feira, 7, Alice Junqueira Terra, articuladora do Youthful Cities no Brasil, ofereceu uma tarde inspiradora de reflexão sobre uma cidade jovem para as turmas de Jornalismo & Rádio e Vídeo & Fotografia. Dando início ao Módulo II da Escola de Comunicação Comunitária, em que a comunidade é a sala de aula, o encontro foi um delicioso bate-papo que provocou as turmas a olharem mais atentamente para suas ruas e bairros como partes de algo maior, a cidade em que eles vivem. E que a construção de bairros melhores pra se viver é, também, a co-criação desse cidade tão sonhadamente jovem, também.

Alice volta a se reunir com a Escola de Comunicação Comunitária em setembro, depois que os participantes tiverem feito toda a jornada do Módulo II pelo Campo Limpo. Os resultados desses encontros irão compor uma publicação que mapeará ferramentas para todos os setores construírem cidades do futuro que utilizem a energia da juventude como forças econômicas, sociais e políticas positivas.

A Escola de Comunicação Comunitária é formada por oficinas educativas (jornalismo, vídeo, fotografia, rádio) oferecidas a jovens, alunos das escolas públicas e particulares da região de Campo Limpo, numa Jornada de Aprendizagem com duração de um ano, que envolve também antroposofia, cartografia, técnicas de facilitação de grupos, entre outras tecnologias sociais. Leia mais clicando aqui. Para acessar as fotos do Módulo II cliquem aqui.

Youthful Cities