Em 2012, o Escola de Notícias foi convidado pelo Guardiões Griô para registrar as histórias inspiradoras de Vila Terezinha; Iniciativa é do empreendedor social Dimas Reis Gonçalves.

Vila Terezinha, distrito da Brasilândia, zona norte de São Paulo. De um extremo a outro da cidade, o Escola de Notícias, no Campo Limpo, e o Guardiões Griô, lá. Distantes. Mas nem tanto.

Criado por Dimas Reis, morador da região e articulador social e cultural desde sempre, o Guardiões Griô nasceu de um olhar atento sobre a importância das histórias locais na construção da indentidade de um bairro, de uma região. De São Paulo, como cidade. Mais que isso. Como resgatamos e preservamos as histórias locais, mapeando afetivamente um bairro, seus talentos, recursos, habilidades? E foi assim.

Contemplado pelo VAI, programa de Valorização das Iniciativas Culturais da Secretaria Municipal de Cultura da Cidade de São Paulo, o Guardiôes Griô realizou uma série de ações ao longo do ano dentro da Vila Terezinha. Entre oficinas, vivências e encontros com moradores foi sendo construído um material de comunicação para replicar todas as histórias pela cidade. E foi aqui que o Escola de Notícias entrou.

À convite de Dimas, o nosso desafio foi registrar todo esse trabalho feito por ele e a equipe do projeto, sistematizando as atividades a partir das histórias contadas pelos moradores em um filme com linguagem da WEB, mas que pudesse ser distribuido em DVD, também. E mais: criamos e produzimos também um livro resgatando a história de vida de vários moradores da Vila Terezinha, que também foi distribuído gratuitamente na região.
O resultado você pode conferir agora, no link abaixo.

Essa notícia tem relação a Empresa Social do Escola de Notícias. Ela é responsável pela mobilização de recursos por meio da prestação de serviços para serem reinvestidos em nossos projetos próprios e na continuidade do empreendimento. Saiba mais sobre essa lógica clicando aqui.

Se você quer saber mais sobre o Guardiões Griô, acesse:
Apresentação