À convite da FOCO, Escola de Notícias promove formação em escolas públicas de SP; professores, diretores e estudantes participaram das vivências em educomunicação.

Como construir narrativas que fortaleçam a comunidade escolar? Como o jornalismo me ajuda a melhorar os conteúdos aplicados em sala de aula?Nos dias 11 e 14 de setembro, a Escola de Notícias promoveu uma série de formações para gestores e a comunidade escolar em geral, participantes do projeto Redescolaí, da Fundação Otacílio Coser. Com vivências em Fotografia, Escrita Criativa, Ilustração e Produção de áudio, o objetivo da capacitação foi oferecer a crianças, adolescentes e professores das escolas participantes da iniciativa, saberes e ferramentas para a criação, produção e difusão de conteúdos afirmativos sobre suas escolas. Tudo que é produzido pelos participantes do Redescolaí vão parar em um blog institucional que reúne os conteúdos de todas as unidades de ensino participantes.

LINGUAGENS PRÓXIMAS DA JUVENTUDE

Como promover o entendimento sobre ferramentas e técnicas de produção comunicativa em apenas algumas horas? Para isso, a Escola de Notícias desdobrou a formação em quatro linguagens, considerando suas relevâncias para a geração de conteúdos para a internet. Apesar de muitos alunos terem o desenho como hobby, por exemplo, ele não é entendido num primeiro momento como um meio de expressão jornalística. Daí a escolha dessa linguagem, que é próxima dos jovens, e ao mesmo tempo poderosa como jornalismo.

DISTRIBUINDO RIQUEZAS

A Escola de Notícias oferece durante 03 anos uma jornada de oportunidades a jovens moradores do Campo Limpo por meio de uma Escola Comunitária de Comunicação. Nela, os participantes experimentam linguagens de interesse, aprofundam seus estudos com apoio de grandes profissionais do mercado e tem a possibilidade de geração de trabalho e renda usando seus talentos e saberes. Como estratégia de fortalecimento econômico da juventude local, a Escola de Notícias contrata os jovens que passam pela sua formação, que atuam como co-facilitadores em projetos contratados, como é o caso do apresentado nessa reportagem, sendo remunerados para isso.

Matheus Cardoso, 19, foi responsável pela oficina de produção em áudio e Léo Pereira, 18, cuidou da vivência em Ilustração e Charge. Ambos integraram a Temporada 2013 da nossa Escola Comunitária de Comunicação.